quinta-feira, junho 4, 2020

Aspectos Culturais

Apesar do processo de modernização que o município vem enfrentando desde as décadas de 1960/1970, ainda é verificada uma grande riqueza tradicional de culturas como: reisados, encomendadeiras de almas benzedores, garrafeiros, rendeiras e as festas tradicionais como: o aniversário da cidade; festejos juninos; festa da padroeira; festa do Divino e Rosário, festas natalinas, cavalgadas, carnaval e ainda as atividades esportivas e de lazer presentes no município.

Originada a partir do catolicismo popular, o reisado ou Folia de Reis é encontrada em quase todo o Brasil. Na região de Correntina, encontramos as formações do Reis de Zabumba e o Reis de Viola, as quais encerram o ciclo das festas natalinas. Os Reiseiros fazem da folia uma homenagem religiosa e folclórica à benevolência dos Reis Magos.

A folia de Reis reúne pessoas da comunidade local ou de um determinado povoado, que com seus rudimentos de música formam uma pequena orquestra popular, com instrumentos como zabumbas, caixas, gaitas, violões, reco-reco e pandeiros. As músicas executadas louvam ao menino Jesus, a sua mãe Nossa Senhora, ao seu pai São José, Reis Magos, santos em geral, a Deus e aos donos da casa.

A Festa do Divino e do Rosário, é uma tradição da religião católica correntinense, deixada pelos primeiros moradores, de tradição portuguesa e deve ter sido trazida para o município pelo intendente Severiano Magalhães que era português e deixou seu nome na história política dessa região. Realizada entre os meses de maio/junho e com grande destaque no calendário. Os festejos na cidade são acompanhados pela Banda de Música. As missas são cerimoniosas e em alguns anos ocorrem as Cavalhadas, festa folclórica e religiosa que marcava a luta dos guerreiros cristãos contra os mouros.

O Santo Antônio de Correntina abre oficialmente a temporada de festas juninas no município. As quadrilhas, comidas e bebidas típicas e a alegria do povo ajudam a colorir os festejos em homenagem ao santo casamenteiro que é comemorado no dia 13 de junho, o São João no dia 24 e o São Pedro no dia 29.

Essas festas se caracterizam por muitas comidas e bebidas típicas como: canjica, pipoca, algodão doce, bolos e biscoitos, quentão e licores, além dos fogos, que clareiam as longas noites escuras de junho e com muito forró. A Festa de São João é a que tem mais destaque no município, onde os moradores acendem suas fogueiras em frente à suas casas, preparam comidas e bebidas, dançam e cantam, principalmente na zona rural. Na cidade os festejos são marcados pelas quadrilhas, arvoredos, pau-de-sebo e as tradicionais festas com bandas de forró na praça de eventos da cidade.

O Carnaval na cidade de Correntina vem atraindo cada vez mais turistas, principalmente dos Estados de Goiás, Minas Gerais, Distrito Federal entre outros. Tanto as atrações diurnas, quanto as atrações noturnas fazem a alegria dos foliões. Durante o dia, os foliões fazem a festa no Ranchão, à beira rio, e também nas Sete Ilhas. Ao entardecer saem pelas ruas na maior animação, atrás da Bandinha Chame Gente. Durante a noite, o carnaval é festejado na Avenida, com os trios elétricos saindo da Praça Raimundo Sales em direção ao Museu de História Natural Raimundo Sales, mais precisamente na Rua da Chácara, passando pela praça de eventos Eustórgio Pinto Ramos Araújo.

Em relação às práticas esportivas, oferece espaços consideráveis para a prática como um estádio de futebol denominado (Vadozão), dispõe de quadras poliesportivas, tanto na zona urbana, quanto em algumas localidades da zona rural. No município existem várias modalidades de esportes como: voleibol, futebol de salão, futebol de campo, karatê, capoeira, entre outros.

Como opção de lazer cultural existe a Biblioteca Municipal e o Museu de História Natural Raimundo Sales, que reúne conhecimentos: histórico, científico e cultural em um só espaço.

Fonte: Plano Municipal de Educação (2015-2025)