Convênio garante suspensão das parcelas dos consignados da Caixa por 90 dias

Só foi possível assinar o convênio porque a Prefeitura está com os repasses dos consignados em dia para a Caixa

Os servidores da Prefeitura terão direito à suspensão dos pagamentos dos empréstimos consignados por três meses na Caixa Econômica Federal. O convênio foi assinado pelo prefeito Maguila, na última sexta-feira, dia 17 de julho, e visa ajudar os servidores neste momento de pandemia.

Os novos empréstimos já entram com a carência, mas as pessoas com crédito em andamento precisam ir na Caixa para fazer a a renovação do empréstimo e aderir ao programa. Isso só foi possível porque a Prefeitura está com os pagamentos dos consignados em dia com o Banco.

As parcelas dos próximos três meses serão acrescentadas no final das prestações para que o servidores tenham um alívio nas despesas e o solário seja utilizado para as demandas essenciais. “Os nossos servidores poderem respirar aliviados por esses três meses, sem o desconto do consignado no salário. Fizemos isso para ajudar os nossos servidores a priorizarem as despesas essenciais neste momento de pandemia”, explicou o prefeito Maguila.

O Gerente-Geral da Caixa Econômica Federal na Bahia, Ronaldo Torres, conta que a maioria dos servidores estão comprometendo 100% dos seus salários, por isso recomenda ir na Caixa e deixar claro a situação econômica. “O servidor pode ir em alguma agência e aderir ao crédito consignado e ter um recurso a mais no salário”, afirmou.

Texto e foto: Ascom – Prefeitura de Correntina – BA